Boyhood: Da Infância à Juventude (2014) – E não preciso explicar mais nada

Crítica | Boyhood: Da Infância à juventude: 

Muitos filmes que planejam continuações sofrem com mudanças de atores, pois crianças crescem muito rápidas e tem casos de desistir de atuar. ‘Boyhood’ não tem e não é uma continuação, mas demorou 12 anos para ser finalizado.

BoyhoodBoyhood” é um filme dirigido e roteirizado por Richared Linklater (Escola de Rock, 2003). Com a cinematografia de Lee Daniel (Antes do Pôr-do-Sol, 2004) e Shane F. Kelly (O Homem Duplo, 2006). No elenco temos Ellar Coltrane (Nação Fast Food: Uma Rede de Corrupção, 2006), Patricia Arquette (Na Ponta dos Pés, 2003), Lorelei Linklater (Pequenos Espiões 2: A Ilha dos Sonhos Perdidos, 2002) e Ethan Hawke, (Antes da Meia-Noite, 2013).

O que o diretor Richard Linklater queria (Escola de Rock, 2003) era contar a história de um menino até a sua juventude. Por isso o mesmo ator cresceu junto ao filme. Pode parecer loucura, mas deu muito certo. Não só o ator principal como todos do elenco acompanharam esses 12 anos.

O roteiro na verdade não existe, não há tantos altos e baixos, explicações e objetivos. A sinopse é essa que citei no paragrafo anterior, porém, o filme está longe de ser ruim, e é exatamente essa falta de um roteiro aprofundada o trunfo do filme. Seguimos a vida do jovem Mason (Ellar Coltraner), passamos por fases de sua vida, comuns para todos nós. É difícil não se espelhar em pelo menos uma cena, que são verdadeiras conversas do dia a dia, daquelas que temos com todos a nossa volta.

Boyhood

O desenrolar da história pode ser contado de duas maneiras. Pela trilha sonora ou pela tecnologia e é assim que nos situamos nos tempos que vão se passando. O diretor foi breve com cada fase da vida de Mason, dando um dinamismo no tempo. Em parte alguma do filme cansa, nos prendendo a trama. Tiveram apenas algumas cenas desnecessárias que se não estivessem ali se desenrolariam normalmente.

BoyhoodAs atuações estão ótimas, Patricia Arquette (Mãe de Mason) plena em seu papel, num crescente evolutivo. Tanto da personagem como da atriz. Interpreta uma mulher batalhadora e forte, mas cai, pois nenhum ser humano é de ferro. Não me surpreenderia ela ganhar o Oscar, pois merece.
Ethan Hawke (Pai de Mason), igualmente consegue passar um pai com grandes problemas, que ama os filhos acima de tudo. Divorciado e sem emprego. Trás no filme momentos felizes para Mason e sua irmã.

Boyhood

Não tenho muito que dizer do Mason (Ellar), não fez tantos trabalhos, mas estava bem no papel, cresceu com ele e para nós é aceitar o seu carisma e reviver a vida sob seus olhares. A única que tenho algo a falar é Samantha (Lorelei Linklater) que interpreta a irmã de Mason. Lorelei é filha do diretor. Ela obteve um ótimo começo no filme, mas decaiu no passar dos anos, que me leva a crer aquela velha máxima de muitos atores perderem a vontade de atuar. Pois em momento algum explica o porquê da personagem ir sumindo aos poucos. Claro que foram inseridas falas que remetem a isso. Como estar de ressaca, ser um pouco tímida em família etc. Mas ainda assim pouco aproveitado.

Boyhood

Nota---Boyhood

“Boyhood” é um excelente filme. Vale muito ser visto e trás coisas a se pensar sobre a vida, que é única, nos agarra de tal forma que devemos aproveitar cada momento. Veja e reveja o filme, pegue cada detalhe desde o menor até o maior. Uma boa fotografia. Um filme de roteiro original, por mais que segue a vida do cotidiano, é na simplicidade que está as grandes maravilhas, pois menos é sempre mais. Não cito a trilha sonora porque é um adendo e merece uma matéria própria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s