Cake: Uma razão de viver (2014) – O filme deu BOLO no espectador

Cinema | Cake:

Não é delicioso. (Uma razão para viver) é bem dramático. A pontos do filme ficar exagerado mostrando que não é só de injustiças que vive o Oscar. Mas que nos mostra que não é apenas de  comédias que Jennifer Aniston vive. Ela teve um bom papel num filme bem mediano.

CAKECake” é dirigido por Daniel Barnz e roteirizado por Patrick Tobin. Trilha sonora de Christophe Beck e cinematografia de Rachel Morrison. No elenco temos Jennifer Aniston, Adriana Barraza, Anna kendrick e Sam Worthington.

Aniston é Claire Bennett uma mulher traumatizada por um acidente, que vive num ótimo bairro, divorciada e que acredita que não irá melhorar de sua depressão, vivendo de remédios e sessões de terapia em grupo.

Numa dessas terapias ela descobre que outra paciente, Nina (Anna Kendrick) havia se matado e passa entre alguns afazeres a descobrir o motivo que a levou a isso. Mas entre dissabores e histórias paralelas o filme se perde, fica difícil entender a trama e as surpresas que o longa metragem aguarda para o espectador.

Cake

Sam Worthington está na trama como o viúvo de Kendrick, mas não sabemos se faria tanta falta assim no filme, por culpa dele mesmo, talvez. Mas é como o filme se porta, trás personagens que apenas explicam muitas das coisas que ali ocorrem. E servem de continuidade para que tudo tenha um fim.

A película tenta trazer um pouco de comicidade para a trama, na tentativa de não deixar tudo tão melodramático, mas falha miseravelmente. O que se torna irônico, pois tem uma atriz especifica para isso como personagem principal. A única que quase consegue trazer um humor negro, é Anna Kendrick que extrai ao máximo o que pode de um roteiro ruim.

Cake

A cenas desnecessárias que não precisariam estar ali e personagens a mais do que é necessário. Muito dramático, a ponto do nome original do filme não fazer sentido quando a explicação desse é mencionada.  E o filme tenta desesperadamente dar um incentivo,  mostrar que há razão para viver.

Nota---Cake

Apesar de uma interpretação boa da Jennifer Aniston, não mereceu uma indicação ao Oscar. Um filme cansativo, com furos no roteiro onde a direção  do Daniel Barnz parece preguiçosa e desleixada. Talvez por ser um tanto novo, não tenha experiencia com esse tipo de filme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s