Meu outro Eu (2013) – É uma Outra Sophie Turner

Crítica | Meu outro Eu: 

“Another me” é o primeiro longa-metragem da atriz Sophie Turner nos mesmos requisitos da Maisie Williams (Heatstroke). Ela é a protagonista desse suspense, filme que chegou aqui no Brasil apenas em DVD e Bluray.

Meu outro euCom Jonathan Rhys Meyers (The Tudors), Gregg Sulkin (Pretty Little Liars), Rhys Ifans (O Espetacular Homem-Aranha) e Geraldine Chaplin no elenco. Dirigido e roteirizado por Isabel Coixet (Minha vida sem mim), adaptado do romance de mesmo nome de Cathy MacPhail. O filme é de gênero Suspense e Mistério.

Fay (Turner) agora tem 15 anos de idade, estuda num colégio comum e possui amigos como qualquer adolescente normal. Seu pai (Ifans) é portador da doença “Esclerose Múltipla” fazendo com que isso atrapalhe o andamento não só no colégio como na relação com a mãe (Claire Forlani), que se mostra um tanto quanto confusa com todos os atuais acontecimentos. Como se não bastasse Fay começa a ter pesadelos e a receber mensagens de alguém que supostamente quer se passar por ela.

O plot se mostra interessante, a trama é muito bem elaborada e bem amarrada, todos os acontecimentos acontecem na hora certa. Possui uma excelente fotografia, com câmeras bem posicionadas mostrando cada ângulo de maneira a dar o entendimento ao espectador.  A trilha sonora é simples, mostrada de maneira minuciosa para dar certos toques misteriosos ao filme. Você quer saber mais sobre a personagem, o que pensa e o porque de agir de maneira tão diferenciada dos demais.

Meu outro eu

Sophie Turner está muito bem, sua atuação não destoa do restante do elenco, que por sua vez é tão bom quanto. Dando destaque para Rhys Ifans e Geraldine Chaplin que conseguem roubar certas cenas, mas que não prejudicam os demais atores. O galã Jonathan Rhys Meyers tem um papel irrelevante, apenas servindo como ponte para os atores. Podemos enxergar certa ousadia na nossa querida protagonista, que provavelmente quer se diferenciar dos seus papeis, porém, existem ainda algumas pedras em seu caminho e mitos tabus a serem quebrados.

Meu outro eu

Meu outro eu

“Another me” é um bom filme, recebe a nota 7,5, pois ainda existem algumas lombadas na trama, uma certa perda de ritmo na metade para o final e pouco entendimento próximo ao fim. O crédito final ganha um destaque corporal da atriz Sophie Turner, apenas mostrando como a menina inglesa cresceu e se tornou uma bela mulher. Espero que no futuro vejamos mais ousadia e papeis que a desafiem.

Não é mesmo, Mary Shelley?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s