O Sétimo Filho (2015) – Muita magia, caça-feitiços e pouca desenvoltura

Cinema | O Sétimo Filho: 

Quem nasceu nos anos 80, 90 com certeza se lembra de filmes como: A Lenda, História sem fim e se não conhece, pode lembrar do desenho, Caverna do Dragão (que teve até filme), mas se precisa de algo mais recente, temos Stardust: O Mistério da Estrela (2007). O Sétimo Filho (Seventh Son) é um filme que sobrevoa nessa mesma vibe.

Cartaz - O Sétimo FilhoDirigido por Sergei Bodrov. Com Jeff Bridges (Tron, o legado), Julianne Moore (Jogos Vorazes: A Esperança) e Ben Barnes (Narnia: O Principe Caspian)  e Alicia Vikander (Ex-Machina) no elenco. Adaptado do livro de mesmo nome do escritos Joseph Delaney, e roteirizado por Charles Leavitt e Steven Knight.

Conta a história de John Gregory (Bridges) o sétimo filho de um sétimo filho que mantém a cidade do século XVIII longe dos maus espíritos. No entanto, ele não é mais jovem e suas tentativas de treinar um sucessor foram todas mal sucedidas. Sua última esperança é um menino chamado Thomas Ward (Barnes). Seu primeiro desafio será grande: Ele terá que enfrentar a Mãe Malkin (Moore), uma terrível e poderosa bruxa, que escapou do seu confinamento quando o grande mestre Gregory estava afastado da cidade.

O Sétimo Filho 2

Simples como os filmes citados acima, porém, peca em alguns pontos importantes da narrativa, falta inconsistência no roteiro e destaque para alguns atores. Há momentos na película que tudo fica meio no ar, com pontas soltas em certas atitudes dos personagens .

Como todo filme do gênero. Demonstra uma bela ambientação, muita magia e um excesso de vilões sendo que muitos deles passaram batido pelo filme. Chega a ser deprimente a forma como são derrotados. Talvez uma breve esticada no roteiro, faria isso melhorar. O filme quer se vender como Senhor do Anéis, mas acaba se perdendo nesse complexo de superioridade.

O Sétimo Filho - Alicia Vikander

O Sétimo Filho - Kit Harrigton

You know Noting, Jon Snow!

Os atores estão de medianos para regulares. Nem a vencedora do Oscar Julianne Moore (Malkin), consegue um grande destaque. Fez um bom trabalho mas ficou devendo. Jeff Bridge teve uma desenvoltura melhor e eu esperava mais de Ben Barnes. Antje Traue (Homem de Aço) também está no elenco com a irmã mais nova de Malkin a Bony Lizzie, porém sua personagem está perdida no filme, sem objetivos e quando algo é acrescentado para a compor sua atuação, não significa nada. Como se a atriz não tivesse fé cênica naquilo que lhe assegura.

E não para por ai, existem mais personagens da mesma maneira, que em muitos casos não necessitariam estar ali. E outros pouco aproveitados e que tinham enorme potencial.

A trilha cumpre seu papel, a fotografia se mostra comum para esse tipo de filme, juntamente com as roupas de época.

O 3D tinha uma certa importância.

O Sétimo Filho

Nota---Still-Alice

O Sétimo Filho tinha um enorme potencial, uma história bacana a ser contada, porém morre na praia, perdido e que não soube aproveitar as oportunidades  que existiam para o roteiro e  alguns atores tentam ao máximo extrair algo. Um filme até certo ponto divertido e pode render bastante num domingo chuvoso em casa. Mas se você espera um épico, pode se decepcionar um pouco.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s