Oldboy: Dias de Vingança (2013) – Redenção Americana

Crítica | OldBoy: Dias de Vingança: 

Há mudanças em relação ao original. Essas pequenas alterações ocorrem durante o filme e são desnecessárias. Spike Lee tentou criar “mais identidades”, porém, é algo que não precisava. Isso é embutido no padrão americano de se fazer cinema, tentar copiar clássicos de outros países, mas nem sempre isso dá certo.

OldBoy: Dias de VingançaA película é dirigida por Spike Lee (Go Brasil Go!, 2015) e roteirizada por Mark Protosevich (Eu Sou a Lenda, 2007). Baseado no filme SulCoreano do diretor Chan-wook Park (Oldboy, 2003). E por sua vez a história vem do mangá Oldboy dos criadores Garon Tsuchiya e Nobuaki Minegishi. No elenco temos Josh Brolin (Sin City: A Dama Fatal, 2014), Elisabeth Olsen (Vingadores: A Era de Ultron, 2015), Sharlton Copley (Distrito 9, 2009) e Samuel L. Jackson (Pulp Fiction, 1994).

Joe Ducett (Josh Brolin) é um homem arrogante e irresponsável, que enfrenta problemas no trabalho e com a família. Um dia, ele acorda em um quarto, e descobre que foi trancado. Pelos próximos 20 anos, Joe permanece em cativeiro, sem saber quem o sequestrou, ou as razões deste ato.

Em si, o filme é uma verdadeira ‘ação’, onde vemos o herói na tela com poucas chances de se dar mal. O diretor pode até respeitar a obra original, pois insere simbolismos do Oldboy coreano. Se você viu ficará bem fácil encontrar esses ‘easter eggs’. Agora a mão que o Spike Lee dá na película é contida constantemente, para não se tornar uma “cópia barata”, pois mesmo sendo uma obra universal ela quis se diferenciar. O que eu vejo é um diretor muito fã do cinema asiático que quis e conseguiu retratar a sua visão de um filme que gosta muito.

OldBoy: Dias de Vingança

OldBoy: Dias de VingançaA atuação dos atores é bem simples e com escolhas que poderiam ser repensadas. Josh Brolin (Os Vingadores: A Era de Ultron), tem a cara de brucutu, longe dizer que é um péssimo ator, apenas que foi escolhido para ser de fato o “Herói”. Elizabeth Olsen (Capitão América 2: O Soldado Invernal), faz um bom trabalho de atriz, trouxe uma personagem centrada dentro da trama. E o vilão, Sharlto Copley deveria ter um proposito mais infindável, e uma escolha melhor, pois sua interpretação de um Inglês grã-fino não convenceu.

O que dizer de Samuel L. Jackson? Talvez participou do filme por ser amigo do diretor ou para ser o alivio cômico, pois sua cena ápice terminou por ser engraçada até certo ponto, mas dentro da trama, seus objetivos eram falhos e de nada tinham a ver com a história.

OldBoy: Dias de Vingança

Cinematografia, trilha sonora, tudo aqui é feito de forma bem precária e nada criativa. O que parece é que o diretor Spike Lee apenas quis recontar a mesma história de forma ocidental. Mas há inúmeros furos no roteiro, explicações ilógicas e uma trama sem pé e nem cabeça. Mas pegamos, por exemplo, o diretor Quentin Tarantino que também gosta do cinema asiático. Um eterno fã de “Battle Royalle”, na época que Kill Bill estrelava nos cinemas, o diretor não mediu esforços em dizer que sua maior inspiração foi o filme japonês que, aliás, tinha em seu elenco a atriz Chiaki Kuriyama, que depois interpretou Gogo no filme do Tarantino.

Nota---OldBoy---Dias-de-Vingança

Essa comparação serve apenas para diferenciar alguém que se inspira de uma pessoa que copia, e sim, “Dias de Vingança” é uma cópia barata do verdadeiro Oldboy de 2003, que chega com atrasos aos cinemas brasileiros. Infelizmente não é um filme tão bom assim, porém, se você não viu a versão coreana, talvez possa assistir sem problema algum, porque a história [apesar dos pesares] foi mantida. E as nuances do espectador podem continuar as mesmas ao assistir, somente mais americanizadas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s