Westworld – Onde Ninguém Tem Alma (1973) – Uma Brincadeira de Criança… Perigosa!

Muitos filmes do passado devem ser vistos sem preconceitos, pois é uma verdade incontestável que são considerados ultrapassados, mas isso foi importante para que o cinema de hoje fosse moldado. Westworld é um bom filme que para os padrões de hoje não deve em nada!

Westworld-1Dirigido e Roteirizado por Michael Crichton | Trilha Sonora de Fred Karlin | Cinematografia de Gene Polito | com Yul Brynner, Richard Benjamin, James Brolin, Norman Bartold e Alan Oppenheimer.

SinopseUm resort com três mundos fora criado (Romeworld, Medievalworld e Westworld), em que todos os personagens são robôs com IA (Inteligência Artificial), porém, um pane ocorre e esses robôs passam a matar seus hospedes.

westworldcast

Um filme com começo, meio e fim. Nos apresenta o enredo, temos o nosso protagonista que desde o começo é apresentado ao vilão. Algo muito simples, mas que trás o necessário para ser um ótimo entretenimento. Hoje em dia o tema pode estar batido, mas para época era uma novidade. Existem outros filmes que continuam – vamos dizer assim – a saga, mas que tem uma ótima conclusão nessa película.

O roteiro e enredo são muito bem estruturados, como eu disse temos uma crescente evolutiva e todos os acontecimentos vão sendo ocorridos de acordo com a temática. Apresentação do tema, os mundos, os hospedes, dicas de como tudo irá por água abaixo. Começa com coisas pequenas em que um robô cobra picando o hospede ou uma robô mulher não aceita ser cortejada, até as mortes começarem a ocorrer. O encontro com o vilão e as descobertas de como derrotá-lo.

Westworld

A trilha sonora é um ode aos filmes dos estilo, focado muito mais no faroeste; temas que incitam a perseguição, duelos, justas etc. A cinematografia é a mesma coisa, temos enquadramentos específicos de um western. Close-ups e planos abertos. E bem próximo do fim do filme há cenas em que incitam um duelo típico, mas num cenário bem improvável, o que nos dá a conotação de que aquele é um filme Sci-fi e não western.

Talvez seja um dos filmes que inspirou Exterminador do Futuro, pois há planos em primeira pessoa que lembram as visões do robôs no filme de James Cameron, todos no filme são da mesma maneira, apesar de parecerem humanos, existe uma certa robotização em suas interpretações. Os olhos sempre mortos e com uma luz macabra que da a sensação de “vou te matar“. Todos ali não humanos, trazem uma ótima caracterização.

WESTWORLD, WESTWORLD US 1973 YUL BRYNNER PICTURE FROM THE RONALD GRANT ARCHIVE ROBOT WESTWORLD US 1973 YUL BRYNNER ROBOT Date 1973. Photo by: Mary Evans/Ronald Grant/Everett Collection(10346668)

Do ode aos filmes de época ao Sci-fi pleno o filme que mesmo tendo limitações para a época, teve sacadas geniais.

WestworldPor seus protagonistas, aqueles com sentimentos e tudo mais temos também boas interpretações. Richard Benjamin e James Brolin conseguem trazer nuances de pessoas reais dentro desse universo. Há momentos em que nosso herói questiona se ali é seguro, mas quando relaxa, começa de fato a matança.

Claro que o filme não é perfeito e existem falhas, seja na interpretação ou no próprio roteiro. Como as câmeras em primeira pessoa, pois o filme quis nos mostrar a visão de seu vilão. Algo como já disse – estilo exterminador do futuro – com a visão “quadriculada“, tem sensores que te encontrariam em qualquer lugar, porém, existem horas que a câmera mostra uma visão comum, sem ser aquela do robô. Partes simples que não necessitariam de descrição, como descobrir da existência de um bordel, poderia penas por os dois principais ali.

Nota---007

“Westworld” apesar de limitado pela época é um bom filme, boa história e que tem em si o entretenimento nato. Para quem gosta de western e ficção cientifica e um prato cheio. Ainda mais depois da descoberta do autor, roteirista e escritor Michael Crichton (Jurassic Park) ser o diretor desa obra cinematográfica. 

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Westworld – Onde Ninguém Tem Alma (1973) – Uma Brincadeira de Criança… Perigosa!

  1. Pingback: Westworld (2016- ) – Esses Prazeres Violentos, tem Fins Violentos – Ponto final. Na mesma linha…

  2. Pingback: O Universo de Westworld | HBO – Ponto final. Na mesma linha…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s