Scream (2015- ) – Um Novo grito de Pânico

Acredito que se Wes Craven estiver olhando, onde quer que esteja, ele está feliz por seu trabalho ter dado a tantos outros produtores e diretores frutos a serem colhidos…

scream-keyart3A mais nova série do Netflix com produção da MTV, “Scream“, é baseada nos filmes de Wes Craven e criada por Jay Beattie (Revenge, 2011-15), Jill E. Blotevogel (Stargate: Atlantis, 2004-09) e Dan Dworkin. Tem trilha sonora de Jeremy Zuckerman (Revenge, 2011-15) e Cinematografia de Yaron Levy (Bones, 2006-07) e Alejandro Martínez (Insensíveis, 2012) . No elenco temos Willa Fitzgerald (Gotham, 2015), Bex Taylor-Klaus (Arrow, 2012-15), John Karna (Lei e Ordem, 2014), Carlson Young (Grimm, 2015). Amadeus Serafini (Oh La La, Hollywood Speaks French!, 2014), Jason Willes (CSI: NY, 2011), Tracy Middendorf (Boardwalk Empire: O Império do Contrabando, 2010–12), Tom Maden (O Mentalista, 2012), Amelia Rose Blaire (True Blood, 2013-14) e Bobby Campo (Premonição 4, 2009).

Sinopse | Depois de um incidente de cyber-bullying resultar em um assassinato brutal, a violência reacende a memória de uma série de assassinatos que ocorreram no passado em Lakewood, que intrigaram alguns e talvez tenham inspirado um novo serial killer.

A mascara é o simbolo máximo de seu assassino e por ela identificamos o seu estilo, mas aqui está diferente, porém, a forma como é contada a história, os fatos e seus personagens, seguem a mesma linha de raciocínio. Assim como os antigos filmes que trouxeram muito mais que sustos e mortes. Tinha todo um pano de fundo por trás de sua protagonista.

Vemos a mesma ideia no primeiro episódio da série. Conhecemos além do assassino o grupo de amigos principais da trama e todas as verdades e mentiras por trás dos moradores de Lakewood. É um plot bem montado e que vem de enormes referencias aos filmes. A todo momento temos não só diálogos como imagens e desenvolvimentos parecidos com os filmes dos anos 90.

Um fato é que a escolha dos atores a maioria não aparenta ser um adolescente que tenha 16 ou 17 anos. Acaba sendo um pouco falso. Assim como alguns adultos não serem tão velhos quanto aparentam ser seus personagens.

As atuações são baseadas em clichês e esteriótipos dese gênero de se fazer filme. Onde temos atrizes lindas e gostosas e atores modelos, bombados que mais parecem ter saído da capa da revista capricho. Temos o de sempre – Um pouco do que disse na análise de “Until Dawn” também vale aqui – Personagens atletas, modelos, estudiosa, cinéfilo nerd etc. Mas esse não é o problema maior, pois são comuns para o estilo, o maior problema fica na interpretação. Diálogos forçados, mal interpretados e sem vida.

O uso das novas tecnologias e bem vindo ao filme, por mais que o estilo antigo era apenas telefone, não podemos esquecer que estamos num novo século. Twitter, Snapchat etc. Há um uso constante da internet no filme que é bem usado. A trilha sonora é bem construída dando o ar de misterioso a todo momento e isso munido da cinematografia que nos faz ficar com a pulga atrás da orelha a cada episódio, junto é claro com imagens bem ao estilo do Wes Craven. Não é algo moderno, pois temos isso tanto em filmes antigos como em novas series e o exemplo disso é American Horror Story.

Como já disse, “Scream” é agora série original Netflix, portanto você poderá conferir todos os episódios.

“Scream” que aqui no Brasil parece que irá continuar como “Panico” é a tentativa de reviver o gênero de uma forma moderna. Uma ótima homenagem, mas com certo otimismo. Não consigo enxergar uma série do tipo tendo inúmeras temporadas. Mas conseguiu me prender pelo menos até sua segunda parte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s