Opinião sobre Square Enix e sua atual Administração

Artigo | Opinião sobre Square Enix e sua atual Administração

Logo da Atual Square Enix

Por Thiago Possa
Editado e Revisado por Diego Ramon

A Square Enix vai vender a divisão que fez o jogo Hitman,.. – Por esse título, todos esperam que seja algo… Bombástico e que choca milhões – Mas, não é bem assim, vamos por partes:

Tomb Raider e Hitman

Devido ao índice de vendas fraquíssimas – Algo que foi muito bem recebido pelas críticas e fãs – Hitman não vendeu o suficiente – O Agente continua sendo da Square, mas ela não pretende desenvolver mais nada. A ideia com esses games era ter lucro enquanto ainda se estava no ciclo dos jogos orientais com a série Final Fantasy, o que deixou cada vez mais complicado de desenvolver, atribuído a enormes demoras para as datas de lançamento de um game, fazendo com que estratégias sejam seguidas.

O Final Fantasy Online é uma delas, mantendo os Players no universo enquanto o ciclo de desenvolvimento continuava, porém, financeiramente isso não funciona – Durante o ciclo de Deus Ex-Machina – que é produzido fora do Japão – Tomb Raider e Hitman foram lançados para gerar lucros, fazendo assim com que se tenha grana pra desenvolver os jogos no Japão. No celular, os lançamentos mobile também tem essa função, mas em nenhum desses setores a empresa conseguiu gerar o lucro almejado.

Essa questão para produzir um game é um grande problema na indústria. A Valve criou a Steam por conta disso, pois como Half Life era um jogo difícil de produzir, para gerar lucros durante esse tempo, criou-se serviços de jogos via streming, assim como segue-se a história – Ou é isso ou você transforma as produções em anuais, como a Actision ensinou isso pra todo mundo, com Spiderman, Tony Hawks, Guitar Hero e Call of Duty. Mas todos esses enjoam o mercado em algum momento.

Final Fantasy XIV

O problema é que o jogo tem um compromisso muito grande. Hitman, por exemplo, precisava se pagar e pagar os outros games da Square – Não pagou – Trazendo um rombo enorme em sua conta.

Sabemos que as empresas enfrentam riscos em determinados momentos e que qualquer jogada as cegas ou mal planejadas, podem ou não, darem errado. Mesmo com o sucesso garantido de Hitman, não faz de qualidade o sinônimo de vendas. Esperar que fosse mudar tudo um paradigma do game foi um erro administrativo. Outro problema, são os ports terceirizados que não são programados pela Square e que e qualquer game lançado por ela, nesta plataforma gasta muito da bateria do aparelho.

O que talvez teria sido uma melhor ideia, era rever todo processo de jogos mobile. Lançar novos serviços no Android, e melhoraria dos remasters. Final Fantasy IX saiu muito caro para uma versão de celular. Seria melhor uma diminuição drástica nos valores e melhorar a portabilidade para o Android. A própria Square criar uma divisão pra isso e lançar games com menos poluição visual, não fazer acordos surpresas, igual o da Ariana Grande. Algo crucial para ganhar mais público.

Final Fantasy Brave Exvius

O jogo mais bem sucedido da Square no mobile é o Lara Croft: GO. E com muitos Final Fantasy disponíveis sendo que Tomb Raider faz mais sucesso – E isso não ocorre nos consoles, Final Fantasy XV vendeu mais que as novas sagas da Saqueadora de Tumbas.

Blizzard, por exemplo, fez o Hearthstone pra Android e “evangeliza” os jogadores com o universo de Warcraft; Seria essa a melhor estratégia para a Square. E focar os remasters apenas nos consoles de mesa. Final Fantasy Tactics e Ogre funcionavam perfeitamente. Ela conseguiria sim, fazer sucesso como a Blizzard.

A Square sempre teve sucesso com spin-offs, não entendo porque deixaram de dar continuidade nessa linha na série principal. Poderia ter um jogo de Ação e RPG mais voltado para a.Aventura, como o último The Legend of ZeldaBreath of the Wild, ou poderia ter um RPGHack nSlash como a série Dark Souls.

Dissidia Final Fantasy

Apesar dela ter o Dissidia. Que poderia funcionar nos mesmos moldes de monetização do Overwatch – Obviamente que não iria colocar arma na mão de todo mundo para disputar um ponto – Mas um jogo de luta com loot igual Overwatch é possível ser feito
A monetização da pra copiar da Blizzard porque funciona, e a empresa em questão lucrou três bilhões somente com isso no ano passado.

Concluindo, a Square Enix sabe se virar. Ela tem ótimas propriedades intelectuais e pode vender muitos games. Assim como Nintendo conseguiu mudar da água pro vinho, imagina-se que eles possam fazer o mesmo sem qualquer dificuldade. Fazendo assim a empresa voltar aos patamares que possuía antes, em eras passadas e que se perdeu um pouco nos tempos atuais.

Fonte: IGN

Texto de Co-Autoria entre o bate papo informal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s