Back To The Future: The Game (2010) – Telltale: Feito de Fã para Fãs | PC-Steam

Análise/CríticaBack To The Future: The Game (2010)

A continuação de “Back to the Future” da Telltale…

Muito tempo se passou depois do fim de Back to the Future e mais nada havia se falado sobre uma possível continuação (e espero que assim continue). Porém, em 2010 a Telltale, empresa de games point n’click faz o jogo inspirado na trilogia, intitulado Back to the Future: The Game. Isso, meus caros amigos é uma criação de Fãs para Fãs.

Para saber mais sobre a empresa, clique nesse vídeo a qual faço um review sobre o principais games da empresa.

O gênero em si do jogo é o point n’click, ou seja, você tem o cenário e tem a liberdade de percorrê-lo, mas você apenas irá passar de nível se desvendar os puzzles e para isso deve clicar em objetos ou pessoas para descobrir uma maneira de solucionar os enigmas.

Parece fácil? Nem tanto.

É difícil fechar o game? Não

Eu vou gostar? Se for fã da trilogia, com absoluta certeza!!

De fato, pelo estilo da gameplay esse não é um jogo para todos. Tem que ter paciência para seguir adiante. Por alguns momentos me senti perdido e de certa forma de “saco cheio” para continuar jogando.

Marty e Doc estão de volta!

No menu do inventário há a possibilidade de receber dicas, três no geral sendo a primeira delas subjetiva, seguindo para uma mais explicativa do que se deve fazer e a terceira que te entrega o que deve ser feito. Isso vai de cada jogador, existem os ‘hardcore‘ que fecham sem ver nenhuma delas e aqueles que não tem tanta paciência assim. Em alguns momentos eu precisei dessas dicas, não sou de ferro e sucumbi ao lado “easy” da força.

O design do jogo é ‘cartunesco‘, geralmente da maneira como é feito os demais jogos da empresa. Mas tem o seu charme. A história é muito boa e uma saída brilhante para o roteiro da película original que havia sido fechada. Talvez os fãs mais saudosistas não curtam algumas extrapolações.

O trabalho de voz dos atores está impecável. Não temos o elenco original, mas todas as vozes ficaram muito parecidas. Além do Christopher Lloyd que refaz a voz do Doc, Michael J. Fox que faz Willie Mcfly e Claudia Wells que retorna a voz da Jennifer Parker. A maioria dos personagens tiveram mudanças.

Agora para a nova geração, a empresa lançará o game novamente, com um adicional a voz de Thomas F. Wilson, o ator responsável pela voz do vilão Biff.

O roteiro é dividido em cinco episódios como de costume da Telltale. Não teve auxilio nenhum do diretor Robert Zemeckis e apenas a revisão de roteiro feitas pelo roteirista Bob Gale. Assim como o filme temos plot twists, passado e presente/alternativo. Fazendo jus ao nome. Vemos milhares de referências a trilogia e homenagens das mais bonitas possíveis. Por isso acredito fielmente que esse é um game de fãs para fãs.

A ‘artwork” cartunizada é muito bonita…

Essa para mim conta muito mais como uma continuação do que um quarto e possível filme para a franquia. Não é necessário e a trilogia ainda é atemporal. O próprio diretor já disse que é desnecessário. Jogue o game e você não irá se arrepender.

“Black to the Future: The Game” é bom e nostálgico para qualquer fã da trilogia. Mata a saudade e te faz estar na pelo de Marty McFly um dos melhores personagens já feitos. Mas não é para qualquer um e talvez possa te cansar um pouco por seu gameplay parado e pensativo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s